• Dríade

Osíris - Deus do Renascimento

Por Aline Dríade



Atributos: ressurreição, processos jurídicos, fertilidade, estabilidade.

Mito: Deus da vegetação (cor verde), da fertilidade e Juiz dos Mortos. Filho de Geb e Nut, pai de Hórus e Anúbis, esposo de Ísis. Osíris teve seu corpo cortado em 14 pedaços pelo seu irmão Set (para roubar-lhe o trono). Seus membros foram espalhados por todo Egito, originando os seres da natureza. Ressuscitado por sua esposa, passou a ser o arquétipo primordial da morte e do renascimento. Assim, todo o processo de mumificação era baseado no mito de Osíris para garantir proteção às almas. Era ele quem decretava se o morto receberia um lar em Duat ou se seria devorado por Ammit. Seu símbolo mais conhecido é o Pilar Djed, representando a coluna de Osíris (estabilidade). Usava o cetro hekat e o flagelo nekhakha que simbolizava, respectivamente: o poder do faraó de guiar o seu povo sob a lei de Maat e castigá-lo quando necessário, caso não obedecesse a lei.

Elementos para Rituais e Oferendas: reino vegetal (principalmente papiro), HqA e o Nekhakha (cetro e chicote), coroa Atef, Pilar Djed, Ankh.

0 visualização

Belo Horizonte, Minas Gerais - Brasil

  • Branca ícone do YouTube
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Whatsapp: (31) 99273-9137

© 2010 por Aline Dríade. Todos os Direitos Reservados.